Você conhece a banda Leaving Eden?

Leia mais

Novo vídeo da banda Kamelot: Liar, liar

Leia mais

Novo vídeo da banda Angra

Leia mais

30 março 2015

Entrevista com Kassandra Novell vocalista da banda Mercy Isle

*parceria Santuário do Metal e Silence of Shadows

Kassandra foi ex-vocalista da bandas Enemy Star e Orphonic Orcestra. Atualmente é atriz e cantora também da banda The Mill Dogs. E agora ela nos concederá uma entrevista exclusiva sobre este seu novo projeto musical Mercy Isle:


1. Seja bem vida, Kassandra! Faça uma breve apresentação sobre você:

Kassandra: Muito obrigado por esta entrevista Raquel! Espero que você esteja bem. Eu sou Kassandra Novell, vocalista do Mercy Isle.

2. Fale sobre o início de sua carreira musical: 

Kassandra: Eu canto desde que eu era muito jovem, dos tempos que eu assistia à filmes de princesa da Disney, eu queria ser a voz de uma princesa Disney. Quando eu tinha 8 anos, entrei para coro infantil da minha igreja. Eu cantei em corais, desde então, por toda a minha vida educacional e até mesmo por um curto tempo enquanto estava com o Coro da Orquestra Sinfônica de Milwaukee, um estabelecimento muito antigo e respeitado na minha cidade.

Eu fui para a Universidade de Wisconsin-Parkside e comecei meus estudos de música lá, graduando como Bacharel em Artes e em Performance Vocal.

Antes de eu ir para a universidade, no entanto, já tinha estado em bandas. Quando eu tinha 16 anos, eu me juntei a minha primeira banda, do gênero de rock alternativo, Landslide, como baixista e backing vocal. Fui muito influenciada pela música de rock alternativo, de bandas como Silverchair, Bush e Collective Soul. Então, quando eu tinha cerca de 20 anos de idade, e dois anos em meus estudos de música vocal, fui convidada pelo mesmo guitarrista da Landslide para ser a vocalista de sua banda de metal sinfônico,  Orphonic Orchestra.

Essa foi a minha primeira introdução ao mundo do heavy metal. Enquanto tivemos Evanescence como exemplo americano de cantoras em metal, nós não temos exposição à bandas como Nightwish ou Epica.  Meu guitarrista naquela época era um grande fã do Nightwish, de "Wishmaster", e no álbum de estréia da Orphonic Orchestra, nós nos baseamos nesta banda. Tudo, desde a arte da capa para a música, parecia muito inspirado pelo Nightwish.


                                   Kassandra e sua banda Orphonic Orchestra

O desafio que eu tive na minha primeira convivência com o  metal estava na parte da descoberta de minha voz real. Quando você está na universidade, seus instrutores ensinaram todas as novas técnicas e tentam mudar a maneira de pensar sobre o canto. Quando você é um novo aluno, você tenta todas estas coisas e, às vezes soa engraçado, porque você ainda não está acostumado a cantar desta forma e ainda não compreende as técnicas vocais adequadas. Então, para começar esta jornada no metal foi um pouco difícil, porque eu ainda não estava familiarizada com minha própria voz e o que iria realmente soar a partir dessa minha voz. Esse primeiro álbum soa um pouco "forçado" e talvez um pouco estranho.

Levei vários anos para desenvolver esse conforto com o meu canto e voz. E cada banda e projeto que estive, desde Orphonic Orchestra, me ensinou coisas novas sobre o que eu posso fazer. Eu também aprendi que eu realmente amo estar na música com um monte de peças móveis, com teclados e guitarras e baixo e bateria, múltiplas vozes. Que a parte do meu canto coral não me abandonou, e eu adoro harmonias e eu amo cantar com as pessoas. Você realmente não entende tudo isso quando você tocar rock & roll padrão. Para esse nível de  de música, precisamos voltar ao heavy metal com influências clássicas europeias.

                                           Kassandra com a banda Orphonic Orcestra


3. O que você tem a nos dizer a respeito de suas experiências e contribuições musicais nos projetos Enemy Star, Orphonic Orcestra, The Mill Dogs e Eve’s Apple? De todas essas experiências, qual o grande aprendizado para a sua vida?

Kassandra: Em Enemy Star, escrevi minhas melodias, harmonias vocais e letras. Enemy Star me deu experiência em canto e canto forte, assim como o desenvolvimento de uma melhor presença de palco. Em Orphonic Orchestra, comecei a escrever a melodia, harmonia, letra e música para o EP Six Song. O primeiro álbum da Orphonic Orchestra já estava em processo, em estúdio de gravação, e ai foi quando me pediram para entrar, mas a música já estava escrita. Para o The Mill Dogs, foi um projeto divertido entre John Prassas e eu. Ele havia me convidado para cantar para alguns projetos solos pessoais e para regravar uma canção de Aesma Daeva, "Disdain." 

Enquanto eu estava lá,  nós nos divertimos muito juntos. Ele me perguntou se alguma vez houve uma música que eu queria regravar, e eu disse "Bei Mir Bist Du Schon" pelos Andrews Sisters. Então, ele começou a trabalhar nisso, e nós gravamos. Nós dois sentimos que é um dos destaques de nossas carreiras. "Bei Mir Bist Du Schon" é realmente uma boa música e ambos estamos orgulhosos. John é uma pessoa maravilhosa para trabalhar e ele me faz rir.

                             Uma das melhores regravações, para Kassandra 

Eve's Apple também mudou a minha vida. Se eu imaginar, eu posso olhar para os acontecimentos da minha vida e vê-los como dominós enfileirados, e quando você empurra um, ele cai para o próximo, desencadeando a reação em cadeia da colisão dominó. Eu posso ver isso na minha vida. Ele me levou a Eve's Apple, e meu relacionamento com todas essas incríveis mulheres inspiradoras que eu acho verdadeiramente preciosas e inestimáveis. Eve's Apple me deu uma visão sobre relacionamentos, redes de apoio, como deixar ir de egos e encontrar um orgulho saudável, admitindo quando eu não tenho uma resposta e me ensinando a humildade, e como construir relações. Lá também me deu auto-confiança e minhas amizades feitas me deram a coragem de avançar com a criação de Mercy Isle.

          Kassandra e membros da antiga comunidade de vocalistas Eve's Apple

4. De que forma você concilia sua carreira de atriz?

Kassandra: Eu me diverto muito com a atuação, mas não me deu oportunidade de escrever música ou criar minhas próprias obras originais. Eu estava em quatro produções teatrais do ano passado, e cada produção vale cerca de 8 semanas de seu tempo. Assim, por quase 8 meses, eu não tinha tempo para mim. Eu mal tinha tempo de ir pra casa. Eram dias de trabalho em tempo integral,  eu chegava em casa por volta das 22:30 horas da noite.

Para fazer isso regularmente por 8 meses é muito estressante e desgastante para o corpo e mente. Eu não estava em casa tão frequentemente, como seria saudável. Eu não via o meu marido muito, e isso pode ser estressante em um relacionamento. Ele sempre foi muito favorável e me incentivou a fazer teatro. Mas para mim, eu sei o quanto é importante manter relações familiares e amorosas, e para a minha própria saúde mental e felicidade eu precisei dar um passo de distância do teatro para trabalhar com a música. 

Meu marido é o meu baixista, então agora temos essa banda, onde possamos trabalhar em conjunto, como um projeto. Tenho muita sorte em nos conectamos tão bem em um nível criativo, também. Nós escrevemos e trabalhamos bem em conjunto. Nem todo mundo tem a sorte de encontrar esse tipo de relacionamento.
Gomez Addams (Timothy J. Barnes) and Morticia Addams (Kassandra Novell) face conflict in Theatre Unchained’s production of the musical “The Addams Family.”
Kassandra e o ator Timothy J. Barnes em foto promocional da peça teatral "The Addams Family".


5. Apresente-nos o seu recente projeto Mercy Isle:

Kassandra: Mercy Isle é uma banda de metal sinfônico Americana-holandesa, que combina o pop dos anos 80 com metais pesados. Nosso objetivo e acordo é claro: todos nós temos uma voz. Somos todos valiosos. Ninguém deve se sentir constrangido ou esquecido. Todos devem falar e trazer as suas ideias ao grupo. Damos apenas o nosso melhor quando estamos todos envolvidos. Estamos todos muito felizes em trabalhar um com o outro. É um santuário para nós, e esperamos que possamos compartilhar esse sentimento inclusive com os nossos fãs.


    Kassandra e sua nova banda. Chad (o da esquerda) é o marido e baixista da vocalista

6. O single “I'm Gonna Make It” foi a primeira amostra da música da Mercy Isle. O que podemos esperar de um álbum completo da Mercy Isle em termos de mistura de gêneros de metal? 

                                    Mercy Isle: música I'm gonna make it

 Kassandra: Estamos escrevendo algumas músicas novas, e cada um tem a sua própria atitude. Nosso single é muito "pop", mas algumas dessas outras músicas são bem pesadas, algumas sinfônicas, e talvez algumas mais calmas e sutis. Estamos dinâmicos. Eu vou estar cantando e explorando amavelmente minha voz, eu vou cantar com mais garra e raiva, e em outra canção pensamos em vocais mais "death". 

Chad também vai estar cantando, às vezes, e também estamos pensando em Joop cantando um pouco em alguma canção. Estamos planejando lançar um CD em setembro de 2015, mas vamos fazer uma campanha Indiegogo em um futuro próximo para ajudar a financiar a produção do CD.

Todos na banda são convidados a participar do processo de escrita, e estamos todos muito aberto a sugestões. Eu vou dizer aos meus colegas de banda, "isso é o que eu escrevi para a melodia e letra, se você quiser mudar alguma coisa, me diga o que você gostaria de fazer e eu vou tentar isso e podemos decidir em conjunto." Mas na maior parte, todos estamos tão felizes com o que todo mundo escreve, que nós não precisamos de muita conversa sobre o que cada um de nós estamos fazendo.

Eu escrevi "I'm gonna make it", em 2006. Quando estávamos discutindo sobre a primeira música, eu apresentei essa música em seu formato original para a banda e eles gostaram e começaram a trabalhar imediatamente.  Mas temos outras músicas que estamos trabalhando que Joop de Rooij (tecladista) tinha escrito partes em piano para o qual todos nós estamos construindo nossas próprias letras. 

Além disso, há músicas que Chad (baixista) e eu escrevemos no passado que nós estamos dando para Mercy Isle. É claro que eu sempre digo ao Cory (guitarrista) e Adam (baterista) que são mais do que bem-vindos para adicionar também as suas ideias, mas por enquanto eles estão muito felizes e animados para serem escultores do que nós três estamos escrevendo, e para moldar aquilo que oferecemos em uma canção com seus toques pessoais.

É realmente um processo muito divertido e estamos todos muito admirados com os talentos de cada um. Acho que somos fãs uns dos outros.

Eu estou inspirada em Floor Jansen, Stream of Passion, Delain, também ainda por Silverchair, Mr. Big, e um pouco de Poe. Algumas partes da nossa música vai ser inspirada por períodos barroco e clássico. Nosso guitarrista e baterista são fortemente influenciados pelo death metal. Chad e Joop amam Danny Elfman e Duran Duran. Eu acho que nós podemos ter um par de momentos onde os fãs podem ser capazes de ouvir as nossas influências, como o nosso tipo de homenagem aos nossos heróis, mas em outras canções, essas vão fazer brilhar o nosso trabalho como uma equipe colaborativa e criativa de nossa própria música original.


Há uma música em particular, que gostaria de convidar uma vocalista para cantar comigo, como por exemplo, Melissa Ferlaak, como também depende dos nossos momentos de horários de gravação para este álbum lançado. Minha esperança é que tudo vai dar certo, mas nós temos um monte de coisas para fazer, se quisermos completar todos os aspectos do processo de gravação em nosso tempo ou prazo.


7. Qual banda com vocal feminino você considera ter atingido o nível mais alto do sucesso? E quais as ambições da Mercy Isle nesse sentido?

Kassandra: Eu acho que Nightwish é o epítome do que o mundo considera bem sucedido. Eles são enormes. Mas o que são as nossas ambições? Bem, nós queremos tocar em festivais. Queremos escrever música e tocar juntos. Queremos ir em viagens rodoviárias e têm histórias. Sabemos que não há uma grande quantidade de dinheiro a ser feito na música, e nós concordamos desde o início que isso pode nos custar um monte de dinheiro que nunca podemos compensar, mas queremos que seja divertido e que tenhamos orgulho do que estamos fazendo, para criar algo e crescer juntos. Temos um festival já reservado para 08 de novembro de 2015 em Deland, Florida. É uma longa viagem para nós, mas estamos indo para se divertir ao longo do caminho. Finalmente, gostaríamos de realizar em outros países e conhecer os fãs e suas experiências de vida. Eu adoraria  ir para MFVF, FemME, ou Dames of Darkness, e outros tipos de festivais. Se isso acontecer, MARAVILHA! Se não, nós ainda vamos nos divertir e ainda vamos ter orgulho do que fazemos.

Para Kassandra, a banda Nightwish é uma das mais famosas do cenário do metal sinfônico feminino. Veja o cover feito por ela de umas das músicas mais importantes de sua vida.


8. Gogo Melone trabalhou na arte gráfica da banda Mercy Isle. Ela será responsável por assinar a arte da capa do debut álbum ? Qual gravadora está apoiando sua banda?

Kassandra: Sim, Gogo fez a foto da banda e criou o nosso logotipo. No momento, estamos pensando em trabalhar com ela novamente para o CD, como ela é muito agradável de se trabalhar. No momento, não temos uma gravadora ou selo, e não estamos apressando isso ainda. Conhecer e encontrar o tipo certo de relações comerciais levam tempo e não deve ser apressado.  Quando se trata de nossa própria música e de propriedade de direitos, este tipo de questões jurídicas são sensíveis. Então, quando tivermos a oportunidade de trabalhar com uma gravadora, nós queremos estar aprofundados nesses aspectos  para se certificar de que todos estamos felizes.

Nas próximas semanas vamos lançar nossa campanha Indiegogo, e, em seguida, os nossos fãs podem ter a oportunidade de ajudar a criar a música  e experiências deste CD.



                    Kassandra e acima, a logo da banda Mercy Isle

9. Como você vê a cena atual nos EUA e Europa sobre as bandas de metal com vocal feminino?

Kassandra: Nos EUA há um tipo muito específico de som e  estrutura de música. O que é popular ou mais aceito na Europa não é tão popular nos EUA. A nossa cena musical nos EUA é muito controlado por redes de rádio como Clear Channel. Eles dizem quais as estações de rádio que a música pode tocar, etc. A maioria das estações de rádio não tocam nunca novas bandas independentes em qualquer programação. 

Rádios só tocam artistas que estão nas grandes gravadoras americanas. Assim, a maioria dos americanos não sabem sobre bandas europeias, porque eles estão em rótulos europeus que não têm o mesmo tipo de poder na América. Se eu falar para pessoa normal, se eu estou em um clube, e dizer-lhes que estou em uma banda, eles vão perguntar: "Como Evanescence?" Eles perguntam isso porque é provavelmente a única banda que eles estão familiarizados. Se você perguntar a eles "Você já ouviu falar de Within Temptation? Epica? Lacuna Coil? ", eles podem olhar para você como se você estivesse falando uma língua estrangeira. Eles não têm ideia. É assim como o nosso mundo da música está na América.

10. O que você conhece sobre meus país, o Brasil, musicalmente?

Kassandra: Eu sei que todo artista que é capaz de fazer uma turnê, vai ter o Brasil uma prioridade. A dedicação e devoção dos fãs lá é enorme. Mesmo para nós do Mercy Isle. Imagine o quão divertido  seria tocar ai no Brasil! Contudo, nós não somos ricos em tudo agora, e só temos uma única canção e tudo o que fazemos é pago a partir de nossos contracheques em nossos trabalhos normais. Mas algum dia, OH,  seria bom! Gostaríamos muito de ir ai. Mas vamos ver se somos capazes de obter apoio suficiente de fãs e ganhamos dinheiro suficiente com as nossas vendas para deixar o nosso próprio país e partir rumo a uma turnê no Brasil.


11. Podemos fazer um jogo rápido de palavras?  Te direi algumas palavras e você diz o que esta palavra representa pra você. Certo? Vamos lá!

FAMÍLIA - As pessoas que amamos, não necessariamente as pessoas que nasceram com sendo parte de nossa família.

SUCESSO - Ser orgulhoso de si mesmo e de seus amigos.

DROGAS - Café, chocolate, bolo, biscoitos, refrigerantes, pizzas.

SEXO - 50  tons  da sua conta! :-P (piada minha!)

INTERNET - Vício.

TV - Netflix.

VIOLÊNCIA - Esportes.

RELIGIÃO - Instituição, não para todos, mas tudo bem.

AMOR - Honestidade e perseverança.


12. Deixe uma mensagem para seus fãs brasileiros:

Kassandra: Espero conhecê-los um dia! Poderíamos nos divertir muito juntos. Muito amor de Mercy Isle!

Obrigado Kassandra e boa sorte!


Para mais informações
http://www.mercyisle.com/cmsms/

Nenhum comentário:

Postar um comentário

© Santuário do Metal - 2012. Todos os direitos reservados.
Criado por: Raquel Alves.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo