Você conhece a banda Leaving Eden?

Leia mais

Novo vídeo da banda Kamelot: Liar, liar

Leia mais

Novo vídeo da banda Angra

Leia mais

21 outubro 2014

Nox Aurea


É uma banda de doom/death metal da Suécia que foi formada em 2005. 

Seu primeiro álbum lançado em 2009 chama-se Via Gnosis.
Nox Aurea - Via Gnosis

Ascending in Triumph  é o mais recente álbum da banda, lançado 02 julho de 2010 através da gravadora Napalm Records . O conceito da banda é baseado no gnosticismo .
Nox Aurea - Ascending in Triumph
Membros da banda

  • Peter Laustsen: Guitarra
  • Grim Vindkall: Guitarra
  • Robert Persson: Baixo
  • Joakim antonsson: Bateria
  • Patrick Kullberg: Vocais
  • Alice Persell: Vocais
<br />Nox Aurea
Para mais informações







Sofrer

Sofrer,sofrer como eu sofro,
Sentir a dor que ti dividi por dentro.
Ignorante,receba minha ira
Por teus feitos que sujaram a essência de Pleroma.
Perceba a desgraça que lançou sobre nós
Pois enquanto eu vejo o céu vermelho-sangue...
Eu posso ouvir os ventos da condenação...

Cruze o oceano das tempestades
Até a terra decaída soterrada em ruínas
E você descobrirá a verdade,
Que nada era para ser...
Enquanto a queixa da vida aumenta
E cresce mais forte e mais forte a cada dia
Liberta-me dessas correntes de tormenta.

Mesmo o passáro branco,que foi criado
Pela vida e esperança,se tornou pedra.
Agora trevas caem mais fundo em cada coração
E o medo abismal surge sobre a humanidade.
Eles abandoram a verdadeira liberdade.
Agora o tempo chegou.É tarde demais!

Eu vi tantas vidas
Se afogando em suas águas
Novamente e novamente, tudo por nada.
Sei que eles serão condenados
Por sua jura de cegueira.

Estamos para sempre condenados
Todos nascemos com essa maldição

Sombria Senhora da Noite
Despertada de seu eterno sono...
E leve-me para longe desse lugar
Para as terras de meus sonhos e esperança.
Sei que não posso mais viver aqui,
Então,por favor,me salve
Dessas correntes de tormenta!

Sombria Senhora da Noite
Despertada de seu eterno sono...
E leve me para longe desse lugar
Para as terras de meus sonhos e esperança.

Pela justiça,eu te julgo,o demiurgo

Sofrer,sofrer como eu sofro,
Sentir a dor que ti dividi por dentro.
Ignorante,receba minha ira
Por teus feitos quais sujaram a essência de Pleroma.
Perceba a desgraça que lançou sobre nós
Pois enquanto eu vejo o céu vermelho-sangue...
Eu posso ouvir os ventos da condenação...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

© Santuário do Metal - 2012. Todos os direitos reservados.
Criado por: Raquel Alves.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo