Você conhece a banda Leaving Eden?

Leia mais

Novo vídeo da banda Kamelot: Liar, liar

Leia mais

Novo vídeo da banda Angra

Leia mais

10 junho 2012

LYRIEL

A MÚSICA DA BANDA LYRIEL


As baladas falam de sonhos, uma pitada de músicas medievais, das canções de rock pesado com elementos de música clássica e folclórica celta.Distintos gêneros musicais se fundem e se tornar um novo estilo em particular na música de Lyriel.
Lyriel se distinguir de outras bandas, especialmente através de tocar violino e violoncelo ao vivo no palco, em vez de usar teclado. 
Depois de fundar a banda no outono de 2003, LYRIEL começou a apresentar suas composições para o público local.No verão de 2004 LYRIEL assinou um contrato de gravação com a independente ENTERTAINMENT Bardos Black Label.

LYRIEL já tocou junto com bandas famosas como ELIS e Visions of Atlantis. Jessica participou do álbum do Xandria, "Índia", na música Like a rose on the grave of love . 


Em 01 de janeiro de 2011 LYRIEL assinou um contrato com a gravadora AFM Records. 


Você pode conhecer a banda acessando o seu site oficial:
http://www.lyriel.net/




Tradução

Paranoid Circus

Mãos e dedos, braços e pescoço
Pela a promessa de descobrir
O que isso tem tudo a ver
Se isso vai virar em cara ou corôa

Moira acreditava na virtude e honestidade, mas
Você sabe que se destrói a inocência tão facilmente

Então você não pode escolher não é com você para saber o que é certo
Está tudo pronto para a batalha final

No fundo você sabe que não é apenas preto ou branco
Você está bem preparado para a batalha final

Todo dia é julgado pela estrutura
Do seu ponto de vista determinado

A vida é mudada como a verdade fulminante

Verdade é apenas um termo filosófico
Isso não serve aos caminhos da vida

Aqueles que querem conhecer a vida devem
Encontrar o rasto da verdade

Eu estou cansado, você me levaria pra casa
Onde eu posso descansar em seus braços
Eu não preciso fazer as pazes
Mas as ruas onde você me leva pra casa
Lembram meu circo paranóico dos anos de formação

A reprodução da vida e argumentos às vezes anabólicos
Talvez seja por isso tudo
Já está até cara ou coroa

Então, ela se matou em uma linda manhã
E o nascer do sol sorri nos olhos entorpecidos

Então, por favor me mostre onde está a verdade nesse conto doce
Você tem que admitir, isto? Nada além de uma tormento

Tudo falhou, se você não pode ver o que é brilhante
O que você vê por aí é exatamente o que você vê dentro

realidade não é nada do que o registo
Dos crimes de uma humanidade

Agora você concorda que cabe a nós fazer o que é direito

Direito vem junto com a fortuna
Mas a sorte é um amigo realmente furtivo

Você só pode encontrar a chave da fortuna em si mesmo

Eu estou cansado, você me levaria pra casa
Onde eu posso descansar em seus braços
Eu não preciso fazer as pazes
Mas as ruas onde você me leva pra casa
Lembre-se meu circo paranóico dos anos de formação
Dos anos de formação
Eu estou tão cansado

Nenhum comentário:

Postar um comentário

© Santuário do Metal - 2012. Todos os direitos reservados.
Criado por: Raquel Alves.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo